Na Cadência da Bateria

CADÊNCIA DA BATERIA

O maior encontro de bandeiras de Niterói

CARNAVAL DE NITERÓI 2018

Alegria da Zona Norte - Campeã do Grupo A

CARNAVAL DE NITERÓI 2018

Experimenta da Ilha da Conceição - Campeão do Grupo B

CARNAVAL DE NITERÓI 2018

União da Engenhoca - Campeã do Grupo C

NA CADÊNCIA DA BATERIA 2018

O CARNAVAL DE NITERÓI PASSA AQUI

NA CADÊNCIA DA BATERIA

O maior acervo do Carnaval de Niterói

CADÊNCIA DA BATERIA

Carnaval de Niterói. Ontem e hoje!

.

.

sexta-feira, 12 de abril de 2019

Vigário Geral se reforça para estrear na Série A

Campeã da Série B em 2019, o Acadêmicos de Vigário Geral se reforça para a estreia na Série A em 2020.

Na bateria Luygui Silva será o responsável por comandar a Swing Puro ao lado do mestre Zumbi, presidente do segmento. Pela primeira vez como mestre na Marquês de Sapucaí, ele promete um trabalho com novidades e que seja memorável em sua nova casa. "Chego na Vigário Geral para somar, com vontade de vencer e crescer junto com a escola. Por mais que eu seja um mestre de bateria novo, vou buscar fazer um trabalho muito maduro e buscando a inovação, mas sem passar dos limites. 2020 será um carnaval inesquecível tanto para mim, quanto para a escola" - ressalta Luygui, de 23 anos.

Assim como no desfile campeão da Série B deste ano, mestre Zumbi estará como presidente da bateria Swing Puro. Luygui frisa que a experiência dele será um dos pontos fortes do Acadêmicos de Vigário Geral para buscar uma grande apresentação em 2020. "O mestre Zumbi é uma pessoa que está conosco o tempo todo, nos passando toda sua experiência de vivência no carnaval e na Sapucaí. Sem qualquer dúvida, vai ser muito bom tê-lo conosco", completa Luygui.

Em sua trajetória, o novo mestre da Vigário Geral esteve à frente da bateria da Unidos da Ponte de 2016 a novembro de 2019. Em São João de Meriti, Luygui foi campeão da Série B de 2018, ano em que a escola ascendeu à Série A.

Escola aposta em Mestre-Sala paulista
Super premiado em São Paulo, Jefferson Gomes é o novo mestre-sala do Acadêmicos de Vigário Geral. Esse será o primeiro desafio do mestre-sala no Rio de Janeiro. Em 2019, ele defendeu pelo quinto ano seguido o pavilhão da Mocidade Unida da Mooca, que estreou no Grupo de Acesso de SP. Sem esconder a felicidade, Jefferson promete muito empenho em busca de uma grande apresentação na abertura da Série A do próximo ano. "O sentimento é de gratidão por ver o meu trabalho sendo reconhecido. É um sonho de criança que se realiza com a oportunidade de desfilar na Marquês de Sapucaí. Cada dança será uma linda celebração. Será um ano de duas palavras: gratidão e trabalho", resume.

Formado na Mocidade Alegre, Jefferson acumula passagens pela Nenê de Vila Matilde, por onde esteve de 2015 a 2017, e pelo Unidos de Peruche, em 2018. Em todos esses anos, o mestre-sala sempre conseguiu as notas máximas ao lado de suas companheiras de dança. Agora no Acadêmicos de Vigário Geral, ele revela que finalmente poderá desfilar no Rio de Janeiro como primeiro mestre-sala, algo que "ficou no quase'' há alguns carnavais. "Tive uma única oportunidade no grupo de acesso, mas não pude assumir devido a incompatibilidade de datas. Já tive duas experiências na Sapucaí, uma na lavagem junto de diversos casais do Rio de Janeiro, que foi inesquecível, e também desfilei como ritmista na bateria da Filhos da Águia com Mestre Nando Gigante", explica Jefferson Gomes, que já defendeu a União Imperial e a Mocidade Amazonense, ambas de Santos-SP.

O Acadêmicos de Vigário Geral estreará na Série A, abrindo os desfiles da sexta-feira de carnaval, no dia 21 de fevereiro de 2020.

quinta-feira, 11 de abril de 2019

Sossego vai levar 'Os Tambores de Olokun' para a Sapucai em 2020

quinta-feira, 11 de abril de 2019
O Acadêmicos do Sossego já definiu seu enredo para o Carnaval 2020. No próximo ano, a Azul e Branco do Largo da Batalha vai levar para a Sapucaí a história dos 'Tambores de Olokun', celebrando as raízes sagradas, históricas e personagens do cortejo negro que nasceu em Pernambuco.  "Nosso carnaval unirá o samba e a loa. O profano e o sagrado. Vamos levar para a avenida, muita música, religiosidade, dança e tudo que reforce a expressividade do Maracatu na formação da identidade cultural brasileira", contou o carnavalesco Marco Antônio Falleiros.

Com pesquisa e texto de Diego Araújo, o enredo da Sossego promete unir o samba ao maracatu e fazer ressoar o toque dos tambores na Sapucaí, como explica o carnavalesco. "Suas relações sagradas com o mar remontam os tempos míticos de Ilê-Ifé, quando a cerimônia do “Ilu-Olokun” era realizada, clamando ao senhor do mar, calmaria e fartura de pescado. O toque dos tambores reproduzia o estrondar das ondas nos rochedos, evocando a presença de Olokun (Divindade das profundezas oceânicas) e sua corte marinha para receber seus balaios de presentes", informou.

A Azul e Branco abre o segundo dia desfiles, na Marquês de Sapucaí, em 2020.

sexta-feira, 5 de abril de 2019

Tem Tem Jr é o novo intérprete do Acadêmicos de Vigário Geral

sexta-feira, 5 de abril de 2019
A comunidade de Vigário Geral voltará a cruzar a Marques de Sapucaí após 20 anos. Campeã da Série B de 2019, a escola da Zona Norte vai reforçando o seu time para fazer bonito no próximo ano durante a abertura da Série A. Aos 27 anos, Tem Tem Jr terá a responsabilidade de ser a voz oficial da agremiação pela primeira vez. Após ser um dos intérpretes oficias na Unidos de Bangu, ele assume o microfone principal bastante motivado. "Agradeço a oportunidade e a confiança de todos comigo. Tive algumas propostas, avaliei com calma e escolhi vir para cá porque é o reconhecimento do que pude apresentar ao longos desses anos, em especial na Bangu, onde passei momentos maravilhosos. Quero dar um identidade neste novo desafio e ser reconhecido por isso, mostrando que eu posso estar como intérprete oficial. Agradeço a presidente Betinha pelo convite, vou buscar retribuir todo carinho que receber e tenho certeza que temos tudo para fazer um belo carnaval", projeta o cantor.

Em sua carreira, além da Unidos de Bangu, Tem Tem Jr também foi intérprete oficial do Arame de Ricardo e da Em Cima da Hora, além de integrar o departamento musical da Vila Isabel. Ele destaca que a união da agremiação pode ser um dos pontos fortes para um grande desfile em 2020. "Peço que a comunidade abrace este pavilhão, que chegou à Sapucaí com merecimento. A escola tem um chão forte, tem comunidade e é só desenvolver um bom trabalho para que tudo dê certo. Vou fazer a minha parte da melhor maneira possível. Mostrando união, qualidade e sendo uma uma escola aguerrida, sairemos na frente", afirma Tem Tem Jr.

Além do novo intérprete, o Acadêmicos de Vigário Geral já havia anunciado as contratações de Toninho do Trailer, Ney Lopes e Thiago Gomes para a direção de carnaval. Em 2020, a escola abrirá os desfiles da Série A, na Sapucaí, em 21 de fevereiro.

Cantor assume o microfone oficial da agremiação para a Série A de 2020

FOTO: EMERSON PEREIRA/DIVULGAÇÃO

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Vigário Geral define trio para comandar sua Direção de Carnaval em 2020

quinta-feira, 4 de abril de 2019
Após conquistar o título da Série B em 2019 e garantir sua volta à Marquês de Sapucaí após 20 anos, o Acadêmicos de Vigário Geral já iniciou o seu planejamento para o carnaval de 2020. Três nomes comandarão a direção de carnaval da agremiação. São eles: Toninho do Trailer, Thiago Gomes e Ney Lopes.

Diretor musical da Unidos de Padre Miguel de 1994 a 2017, Toninho conhece os desafios de uma escola que abre os desfiles da Série A, na sexta-feira. Em 2018, ele fez parte da comissão de carnaval da Unidos de Bangu, então promovida da Intendente Magalhães. À época, o principal objetivo da agremiação da Zona Oeste foi alcançado com a manutenção do grupo. Confiante com o novo desafio, ele promete uma belo trabalho. "Será um carnaval muito difícil, mas o projeto da Vigário é gigantesco, algo que faz qualquer profissional querer participar. Vamos trabalhar forte e o público pode esperar um grande espetáculo de abertura do carnaval", garante, Toninho.

Thiago Gomes irá para o seu primeiro projeto na Marques de Sapucaí. Com passagem pelo Arame de Ricardo, na Intendente Magalhães, ele estreia na função de diretor de carnaval em 2020. Na troca de experiências para o desenvolvimento do desfile de 2019, Thiago explica que houve uma aproximação junto à Vigário Geral. "Eu frequentava a quadra por ter alguns amigos na escola. Durante o processo para o carnaval de 2019, estreitamos os laços por nos ajudarmos bastante para que colocássemos o carnaval na rua. Após a apuração recebi o convite da presidência para ajudar a tocar esse projeto", afirma.

Fechando a Direção de Carnaval, Ney Lopes chega após atuar no Arame de Ricardo nos últimos dois anos, além da União de Jacarepaguá, por onde esteve desde 2013. Ele também já passou pela Unidos da Ponte, Alegria da Zona Sul, Unidos de Bangu e Acadêmicos do Sossego. Com dois sambas assinados na escola, Ney destaca a força da comunidade de Vigário Geral nesta sua chegada. "Estou bastante motivado por estar numa escola que quer buscar um lugar ao sol. Vigário Geral é uma escola que tem uma comunidade forte e que irá nos ajudar muito no desenvolvimento do trabalho. Tenham certeza que chegamos para ficar", ressalta Ney Lopes.

Por conta do acesso do Grupo B para a Série A, o Acadêmicos de Vigário Geral abrirá os desfiles da Marquês de Sapucai no ano que vem. A escola desfilará na sexta-feira, dia 21 de fevereiro de 2020.

Premiação do 'Somos Todos Samba' já tem data e local da festa

quinta-feira, 4 de abril de 2019
O SOMOS TODOS SAMBA divulgou na última semana todos os detalhes da festa de premiação do Carnaval de Niterói 2019. Entre as atrações os cantores Tinga, Wagner do Vale, Gegê Fernandes e Niu Sousa, um dos contemplados. As baterias vitoriosas Rolo Compressor da Alegria da Zona Norte e Treme-Terra da Mocidade de Icaraí também se apresentam. Ao todo serão distribuídos 15 prêmios. A Cadência da Bateria foi contemplada com o 'Prêmio Incentivo ao Carnaval'.
A festa será realizada no dia 4 de maio, a partir das 15h, na Quadra da Bonfim, no Fonseca. *ENTRADA 1 KG DE ALIMENTO NÃO PERECÍVEL*

Unidos da Ponte define enredo para o carnaval 2020

quinta-feira, 4 de abril de 2019
A Unidos da Ponte aposta na eternidade como tema central do seu enredo para o próximo desfile da escola na Marquês de Sapucaí no carnaval 2020. Desenvolvido pelo carnavalesco Lucas Milato, o enredo propõe uma reflexão sobre a relação da humanidade com a eternidade, para nortear todo o desenrolar dessa mágica aventura. "Pretendemos, a partir dessa reflexão, fazer com que o sambista desperte para as questões referentes ao samba e à sua manutenção. Passamos hoje por uma situação bastante delicada, em que o elo que nos une, corre um grande risco de se romper", contou, Lucas.

Uma das propostas da Azul e Branco da Baixada Fluminense é mostrar a eternidade através do samba, materializando tais elos que juntos, se chega a criação do carnaval. "A velha guarda é o ponto de conexão entre o passado e o futuro. É o momento de aprender, compreender e de guardar na memória o passado que eles carregam e deixá-lo tomar conta de nós!, completou, o carnavalesco.

Após o desfile que marcou seu retorno à Marquês de Sapucai em 2019, mesmo sob fortes chuvas, a Unidos da Ponte conquistou o 10º lugar e garantiu o direito de participar do sorteio que definirá a ordem dos desfiles do Carnaval 2020.

segunda-feira, 1 de abril de 2019

Unidos de Manguinhos anuncia renovações para o carnaval 2020

segunda-feira, 1º de abril de 2019
Após o vice campeonato na série E onde conseguiu a ascensão ao D no carnaval 2020, a escola de samba Unidos de Manguinhos começa a montar seu time para o próximo desfile. Feliz com a diretoria, o presidente Carlos Aberto enalteceu o trabalho de toda escola. "A renovação dos nossos segmentos vem mostrar o quanto estamos satisfeitos com os trabalhos da nossa escola mesmo com toda dificuldade financeira enfrentada e mesmo assim realizamos um belo desfile subindo de grupo. O nosso incansável diretor Henrique Cesar que foi peça fundamental para isso acontecer. Já iniciamos os trabalhos para próximo desfile e em breve anunciaremos o nosso enredo", informou o presidente.

O carnavalesco Diângelo Fernandes é o primeiro nome confirmado da escola para o próximo desfile. O artista está envolvido no projeto de restruturação e revitalização da agremiação e já revela que o enredo de 2020 já está sendo desenvolvido. "A gratidão transforma", revela o carnavalesco sobre seu relacionamento com a escola.

O microfone oficial da agremiação segue na voz de Barata Benevenuto. Cria da escola, o cantor que começou na ala das crianças, passou pela bateria, depois de um tempo afastado, voltou em 2019 e seguirá seu trabalho junto a comunidade. Barata enalteceu a nova diretoria da escola que mostrou um belíssimo carnaval esse ano

O jovem casal Paulinho e Laís Menezes irá para seu terceiro ano defendendo o pavilhão da escola. A dupla que iniciou a parceria com a escola em 2017 ostentará o pavilhão verde e rosa em 2020 novamente.

Nota máxima nos dois últimos anos na escola , Jean Oliveira (Baleado), o comandante da bateria Ritmo Firme, também irá ao seu terceiro ano na agremiação. Com passagens por diversas escolas, inclusive em São Paulo pela Tom Maior, o mestre agradeceu a toda diretoria da agremiação pela confiança.

Mais um nome confirmado, o coreógrafo Adilson Lourenço foi nota máxima em 2019 e possui em seu currículo prêmios e passagens por outras agremiações. Adilson diz estar mega animado para mais um ano e promete um grande espetáculo em 2020 agradecendo a confiança do presidente em sua equipe.

A Unidos de Manguinho foi a vice campeã da série E do carnaval carioca com o enredo "Carnevale".

Sossego comunica renúncia de seu presidente

segunda-feira, 1º de abril de 2019
Na tarde da última quinta-feira, 28, Wallace Alves Palhares encerrou seu ciclo como presidente do Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos do Sossego ao confirma sua saída da presidência da agremiação de Niterói. Em note, Wallace agradeceu a todos os integrantes, diretoria, segmentos e a comunidade do Largo da Batalha por todo o carinho que recebeu durante o período em que esteve à frente da Azul e Branco.

Confira a Carta de Renúncia:
"Eu, Wallace Alves Palhares, venho por meio desta, oficialmente comunicar aos integrantes e à comunidade do Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos do Sossego, minha renúncia ao cargo de Presidente, o qual fui regularmente eleito, devido a incompatibilidade gerada com o presente projeto que fui convidado a realizar. Aproveito ainda, para neste momento agradecer a todos os integrantes, bem com a comunidade pela confiança depositada e o carinho que recebi em meu mandato. Forte abraço à família Acadêmicos do Sossego".

Vice também renuncia
Nesta segunda-feira foi a vez do vice-presidente da escola comunicar a sua saída. Almir Jhunior usou seu perfil de uma rede social para declarar sua renúncia. "Toda história tem início, meio e fim... E comigo não seria diferente! Venho comunicar a todos, que a partir do presente momento, renuncio ao cargo de Vice presidente administrativo do Acadêmicos do Sossego. Agradeço a toda minha Comunidade do Largo da Batalha, que sonhou comigo e lutou para que a escola chegasse ao grupo de acesso e permanecesse. Foram 04 grandes carnavais com muito suor, dedicação e lágrimas, mas sempre com gostinho de Vitória. Desejo Sucesso a minha " azul e branco ", e lembrem se : Sossego é de Niterói sim! Até breve!", disse Almir, em nota.

Carnavalescos anunciam desligamento da Renascer de Jacarepaguá

sexta-feira, 29 de março de 2019
Os carnavalescos Alexandre Rangel e Raphael Torres divulgaram nesta quinta-feira, 28 de março seu desligamento GRES Renascer de Jacarepaguá, após três carnavais.

"Foram três anos de uma relação respeitosa com a diretoria e de muito afeto com a comunidade, que nos recebeu de braços abertos, desde o primeiro dia. Criamos enredos lindos e, apesar de todas as dificuldades, colocamos a Renascer na avenida, dignamente, nesses três desfiles. Os tempos estão difíceis, as dificuldades financeiras bateram às portas de todas as agremiações e tivemos que viabilizar o impossível a partir dos poucos recursos que tínhamos. Infelizmente, não conseguimos o campeonato, mas lutamos, e muito, até o último minuto, para fazer um desfile emocionante e cheio de amor, como Iemanjá e a escola mereciam. Ao presidente Antônio Carlos Salomão e a toda diretoria, o nosso muito obrigado pela confiança em nosso trabalho. Aos segmentos e à comunidade, além do nosso agradecimento, o nosso respeito e nosso carinho para sempre. Obrigado por darem vida aos nossos desfiles. Obrigado por serem tão aguerridos e nos apoiarem até o final. Também gostaríamos de agradecer às inúmeras pessoas que torcem por nós, como artistas dessa grande festa que é o carnaval. O apoio de vocês é o nosso combustível. Agora, vamos em busca de novos desafios e de novas histórias para contar, juntos, mais uma vez", disseram os carnavalescos em nota divulgada à imprensa.

terça-feira, 12 de março de 2019

Diretor de harmonia se desliga da Unidos de Padre Miguel

terça-feira, 12 de março de 2019
Em carta aberta, Décio Bastos comunicou seu desligamento da Direção Geral de Harmonia da Unidos de Padre Miguel, posto ocupado por ele durante dois carnavais. O profissional citou Odorico Paraguaçu, famoso personagem de Dias Gomes em sua nota de despedida.

Crédito das fotos: Diego Mendes

A carta:
"Chegou o dia em que, pelas viagens da Vida, iremos nos separar. E já sinto saudades de todas as conversas, de todos os planos, estratégias, discussões e de todas as descobertas que tivemos ao longo deste tempo de muito trabalho na Unidos de Padre Miguel, uma escola a qual aprendi a respeitar e na qual compartilhamos momentos preciosos e sonhos ainda não alcançados.
Deste tempo, levo os momentos de alegria e o companheirismo que fizeram das angústias e de outras situações que passamos juntos, algo menos pesado. Guerreiros em Harmonia, navegar é preciso e lá vou eu, pelos mares da vida, ainda sem um porto para parar, mas com a certeza de que estou deixando um pouco de mim em Padre Miguel.
Parafraseando Odorico, personagem de Dias Gomes “com o coração lavado e enxaguado na certeza” de ter tentado ajudar em tudo que pude, sem ter esmorecido. Com a certeza de ter aprendido e, na esperança de ter ensinado algo de bom para alguém. Tentei. Mas tentei mesmo!
Gostaria de deixar registrado o meu agradecimento ao Presidente Lenílson, a cada um dos integrantes dos segmentos, a todos da Diretoria, a todos os funcionários e companheiros, em especial a Harmonia e Coordenação, Bravos parceiros que foram e serão fundamentais para o crescimento de nossa Escola. Unam-se! Fortaleçam-se porque a vitória virá.
Sou grato à oportunidade que me foi cedida de trabalhar em uma grande Escola, de conhecer uma legião de apaixonados e ampliar meu leque de amizades. Vocês vencerão porque trabalham e merecem!!!
Seria injusto citar nomes, mas me coloco a disposição de todos, para apoiá-los, sempre que for preciso. Missão cumprida, guerreiros. Obrigado!!! Muito Obrigado!!!
Boa Sorte e Vombooraaaaaaaaaa!
2020 é logo ali!
Abraços e até...."

domingo, 10 de março de 2019

Definidos os vencedores do Troféu Olhômetro 2019

domingo, 10 de março de 2019
A diretoria da Associação das Escolas de Samba Mirins do Rio de Janeiro definiu na tarde deste sábado (9), as agremiações e segmentos vencedores do Troféu Olhômetro – Carnaval 2019. Além das escolas e sambistas que se destacaram durante os desfiles do Grupo Mirim, realizados na Terça-feira de Carnaval no Sambódromo, entidades carnavalescas, parceiros comerciais, profissionais atuantes no carnaval e veículos de comunicação que cobrem a folia serão agraciados.

Imagem: Troféu Olhômetro 2018
Crédito: Arleson Rezende

Confira os premiados:

Mangueira do Amanhã – Ala de Baianas e Comissão de Frente
Corações Unidos do Ciep – Conjunto e 1º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira (Claudia e Juan Carlos)
Infantes do Lins – Bateria e 1º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira (Ruan e Mayara Bombom)
Filhos da Águia – Fantasias e Samba Enredo
Pimpolhos da Grande Rio – Alegorias e Adereços e Fantasias
Ainda Existem Crianças de Vila Kennedy – Alegorias e Adereços e Samba enredo
Tijuquinha do Borel – Comissão de Frente e Fantasias
Miúda da Cabuçu – Comissão de Frente e Enredo “Lucinha Araújo – Codinome Beija Flor”
Império do Futuro – Enredo “Eu sou o samba, ontem, hoje e amanhã!” e Personalidade: Arandi Cardoso dos Santos (Careca)
Inocentes da Caprichosos – Rainha de Bateria e Samba Enredo
Estrelinha da Mocidade – Bateria e Intérprete (Vandinho Pires)
Aprendizes do Salgueiro – Comissão de Frente e Rainha de Bateria
Nova Geração do Estácio – Alegorias e Adereços e Fantasias
Petizes da Penha - 1º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira (Adryano Santos e Carolina Lopes) e Rainha de Bateria
Golfinhos do Rio de Janeiro Comissão de Frente e Rainha de Bateria
Herdeiros da Vila - 1º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira (Douglas Motta e Giovanna Casagrande) e Bateria

Magueira reescreve e faz História na Avenida.

domingo, 10 de março de 2019
Nosso colunista André Gustavo analisa o desfile campeão da Estação Primeira de Mangueira. Para o professor e historiador, a vitória da verde e rosa foi indiscutível, ratifica a importância do enredo para o contexto histórico, cultural e social e classifica o desfile 'inesquecível e imortal', entre os três principais da era Marquês de Sapucaí. Confira.

sexta-feira, 8 de março de 2019

Alegria e Mocidade surpreendem e conquistam o carnaval de Niterói

Fora da relação de favoritas ao título do carnaval em seus respectivos grupos, Alegria da Zona Norte e Mocidade Independente de Icaraí sagraram-se campeãs do Grupo A e B do Carnaval de Niterói após a apuração das notas realizada na quinta-feira, 6 de março na quadra da Unidos do Viradouro

Os sambistas da Bernardino comemoraram muito o bi-campeonato (foto André Chaves)

Para a Alegria o titulo significou o bi-campeonato, para a Mocidade, o retorno à elite do carnaval niteroiense. O vice-campeão do Grupo B, Unidos do Sacramento, também estará no Grupo A em 2020. Pelo grupo C, a campeã foi a escola gonçalense, Galo de Ouro, conquistando uma vaga no Grupo B no próximo carnaval.

Surpresa, festa e alegria

Grupo A - Desde as primeiras notas apuradas, o Império de Araribóia colecionava notas 10 seguido por Souza Soares - apontada pela equipe da Cadência da Bateria como favorita - e Alegria da Zona Norte que perderam décimos importantes, logo nos primeiros quesitos. Mas após a perda de pontos em samba enredo (9.9/9.8) e evolução (9.7) do Império, a Alegria virou o jogo ficando um décimo à frente. Com duas notas dez em bateria, o último quesito ratificou a festa que os sambistas da Bernardino já faziam na quadra da Viradouro. O bi estava garantido. A outra escola apontada pela Cadencia como favorita, a Magnólia Brasil foi muito mal avaliada pelos jurados e a cada quesito se afastava da disputa. A Folia do Viradouro que também realizou bom desfile, acompanhou de perto as líderes, mas os dois 9,7 em harmonia e um 9,6 em samba enredo tiraram a vermelho e branco de Santa Rosa do páreo. A Souza que fez um belíssimo desfile, compacto e empolgante, com a melhor alegoria da noite e um ótimo conjunto de fantasias, ficou apenas com o terceiro lugar. As duas mais antigas e tradicionais escolas de samba de Niterói fora rebaixadas. A Sabiá, fundada em 1938, primeira campeã do carnaval da cidade, que teve sérios problemas para entrar na avenida, ficou em último, e a Combinado do Amor, fundada em 1936, primeira escola da cidade a se apresentar na capital, ficou em penúltimo.

Grupo B - Antes da definição do Grupo A, as dez escolas de samba acompanharam sua performance perante os jurados. Assim como no grupo de elite a campeã foi uma surpresa. Com 198,8 pontos a Mocidade Independente de Icaraí levantou o troféu gabaritando seis quesitos, ‘Alegorias e adereços’, ‘Conjunto’, ‘Enredo’, ‘Evolução’, ‘Harmonia’ e ‘Bateria’. Considerado pela Cadência da Bateria como o melhor desfile da noite, o Unidos do Sacramento ficou em segundo. A azul e branco da Zona Sul de Niterói e a vermelho e branco de São Gonçalo estarão na elite do carnaval niteroiense em 2020. Outra favorita indicada pela Cadência, o Paraíso da Bonfim ficou apenas com o quinto lugar. O Bem Amado ficou em terceiro, e o Garra de Ouro que perdeu quaro décimos ma concentração, acabou na quarta colocação. Grupo dos 15 e Amigos da Ciclovia foram rebaixados para o Grupo C.

Grupo C – O Galo de Ouro foi o grande campeão do Grupo C e garantiu acesso ao Grupo B no próximo carnaval. A Banda Batistão ficou com o vice.

Conforme informação da Neltur, as duas últimas colocadas do Grupo Principal descerão para o Grupo B. As duas primeiras colocadas do Grupo B subirão para o Grupo Principal e as duas últimas colocadas do Grupo B descerão para o Grupo C. A primeira colocada do Grupo C subiu para o Grupo B. A mesa apuradora anunciou que o Grupo de Avaliação terá seu resultado divulgado aos presidentes, em plenário, na próxima quarta-feira (dia 13/3) e, a Unidos do Barro Vermelho está liberada para disputar o Carnaval 2020.

A mesa apuradora foi composta por Luciano Deodato (Presidente da UESBCN – União das Escolas de Samba e Blocos da Cidade de Niterói), Luís Sergio (Presidente de Lesnit), João Teixeira (Diretor de Eventos da Neltur), Giuliano Lara (Funcionário da Neltur – locutor da apuração) e Anderson Pipico (Membro da Comissão de Carnaval de Niterói).

Confira a classificação final: 

GRUPO A

1ª – ALEGRIA DA ZONA NORTE
2ª – Império de Araribóia
3ª – Sousa Soares
4ª – Unidos da Região Oceânica
5ª - Folia do Viradouro
6ª – Experimenta da Ilha da Conceição
7ª – Magnólia Brasil
8ª – Bafo do Tigre
9ª – Combinado do Amor
10ª – Sabiá

GRUPO B

1ª – MOCIDADE INDEPENDENTE DE ICARAÍ
2ª – Unidos do Sacramento
3ª – Bem Amado
4ª – Garra de Ouro
5ª – Paraíso da Bonfim
6ª – Balanço do Fonseca
7ª – União da Engenhoca
8ª – Cacique da São José
9ª – Amigos da Ciclovia
10ª – Grupo dos 15

GRUPO C

1ª – GALO DE OURO
2ª – Banda Batistão
3ª – Tá Rindo Por quê?
4ª – Fora de Casa
5ª – Independente do Boaçu
6ª – Unidos do Castro

Confira o mapa completo das notas:


quinta-feira, 7 de março de 2019

Prefeitura de Niterói faz balanço positivo dos desfiles da Rua da Conceição

quinta-feira, 7 de março de 2019
“Niterói vai voltar a ter o segundo carnaval do País”afirmou, entusiasmado, o prefeito de Niterói em exercício, Paulo Bagueira, ao deixar a Passarela do Samba depois que a última escola desfilou e constatar a melhoria do nível das escolas. Segundo estimativa da prefeitura cerca de 30 mil pessoas, estiveram na Rua da Conceição. 

João Teixeira, diretor e Eventos da Neltur, o Rei Momo, Pablo Jales, o prefeito de Niterói, Paulo Bagueira, a primeira princesa, Fabiana Santos e o presidente da Neltur, Luiz Fernandes Braga (foto Luciana Carneiro)

Comissão de Carnaval ganha força
O prefeito de Niterói, Paulo Bagueira, que acompanhou os dois dias de desfile, anunciou que a Comissão de Carnaval será permanente. “Vamos efetivar a Comissão de Carnaval para que ela pense na organização do Carnaval o ano inteiro. A população de Niterói gosta de carnaval, é uma grande festa que acontece nos bairros, em vários pontos com os blocos, nosso Carnaval começa antes da data oficial do calendário e só termina 10 dias depois disso, pois só encerramos com o Carnamar (programado para o dia 17), o povo niteroiense gosta de Carnaval”, afirmou Bagueira.

Nova área para desfiles
Revitalizado durante o governo Godofredo em meados dos anos 2000, os desfiles tem melhorando mais e mais a cada ano, segundo informações da prefeitura “Nós pretendemos melhorar ainda mais, pensar juntamente com a Comissão de Carnaval numa área melhor para os desfiles onde os membros das agremiações e os foliões fiquem mais confortáveis. Niterói tem tradição no Carnaval, temos três escolas de samba presentes no Carnaval da Marquês de Sapucaí, todas fizeram lindos desfiles e as escolas de Niterói estão aí provando isso”, afirmou Bagueira.

Planejamento para o próximo carnaval
Após o Carnamar, tradicional desfile de embarcações que acontece na Baía de Guanabara e este ano acontece no dia 17, será realizada uma reunião de avaliação. “Faremos uma avaliação do que aconteceu neste ano e já começaremos a planejar o próximo. A comissão de carnaval permanente vai ajudar a realizarmos uma avaliação do cenário de hoje, do passado e do futuro", destacou o prefeito.

Neltur considerou os desfiles da Rua da Conceição o melhor dos últimos anos.
O Presidente da empresa, Luiz Fernandes Braga, que também acompanhou os dois dias de desfiles na Rua da Conceição, mostrou-se feliz com a festa que agradou não só a ele, mas principalmente os foliões. “Temos certeza de que este foi o melhor Carnaval dos últimos anos. Na Rua da Conceição o público só tem aumentado, mostrando que a frequência está ainda maior, mas num carnaval ordeiro e de família. A Viradouro nos brindou com um belo desfile, num agradecimento especial, então nossa expectativa de um grande carnaval só veio a se confirmar”, declarou Braga.

Ocorrências - A Prefeitura informou que durante os dois dias de desfiles na Rua da Conceição transcorreram sem maiores problemas. No total foram registrados 14 atendimentos, com casos apresentados como náuseas, cefaleia, crise hipertensiva, contusões ou ingestão de álcool. Ocorreu apenas um caso de transferência para o HMCT. “A segurança, o atendimento médico, tudo foi muito bem preparado. Rodamos pelos pontos de Carnaval de bairros também, vimos os blocos e percebemos que a festa transcorreu com tranquilidade”, disse o presidente da Neltur.

A apuração dos desfiles da Rua da Conceição acontecerá hoje, dia 7 (quinta-feira), a partir das 16h, na quadra da Unidos do Viradouro, no Barreto.

quarta-feira, 6 de março de 2019

Souza Soares e Magnólia Brasil brigam pelo título do Carnaval de Niterói

quarta-feira de cinzas, 6 de março de 2019
Na noite de gala dos desfiles das escolas de samba de Niterói, muita alegria e equilíbrio na disputa do título do Grupo Especial do carnaval da cidade. 

A Souza Soares caprichou nos quesitos plásticos e se credenciou ao título do carnaval de Niterói (foto: Na Cadência da Bateria | Luiz Eugenio) 

Em um desfile superior ao do ano passado as escolas mostraram garra para superar problemas e fizeram, em geral, muito boas apresentações na rua da Conceição, brindando o grande público presente. A Souza Soares, de Santa Rosa e a Magnólia Brasil, do Fonseca despontam como favoritas ao título.

O Experimenta da Ilha da Conceição, campeão do Acesso em 2018, abriu o desfile com um bom samba enredo e uma bonita e singela homenagem ao estado de Pernambuco e não deixou passar nenhum detalhe desde frevos a maracatus, do Recife à Olinda, apresentando o melhor desenvolvimento de enredo da noite. A escola foi "...cabra da peste, arretada e sangue forte" do início ao fim do desfile. A estrela da Ilha da Conceição brilhou.


A segunda escola da noite foi o Império de Araribóia que contou a história do clube esportivo e social Tio Sam, homenageando também os seus fundadores Antônio e Terezinha Kalil. Com chão forte, a verde e branco de São Lourenço fez um ótimo desfile, um degrau abaixo das favoritas, principalmente no quesito alegorias, mas "...bateu mais forte no coração" e também pode sonhar com o título. Destaque para o carro de som da escola comandado por Tatalho Vieira, que este ano teve o auxílio de Anderson Kibba, de volta ao carnaval.
A terceira escola a se apresentar foi a Magnólia Brasil, e a azul e branco do Fonseca o fez de maneira grandiosa exaltando a cultura de Cuiabá, capital do estado do Mato Grosso, com um samba que funcionou bastante bem, levando os componentes a uma ótima evolução e muita animação. "Arrastou a sandália, levantou a poeira". Candidatíssima ao título.

A Magnólia brasil apresentou um dos melhores conjuntos alegóricos da noite (foto: Na Cadência da Bateria | Léo Ribeiro) 

Antes da entrada da Sabiá, quarta escola da noite, a Unidos do Viradouro, uma das favoritas ao título do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro, fez a sua exibição hors concours para brindar o público da sua cidade.

A parada para o desfile da Viradouro, serviu para a Sabiá dar os últimos retoques nas alegorias que ainda estavam sendo confeccionadas na concentração. Quarta escola a desfilar, a verde e branco da Vila Ipiranga teve sérios problemas não só com alegorias mas também em fantasias. A bateria, uma das melhores da noite, se não a melhor, desfilou totalmente desfigurada no quesito plástico, ainda assim cantou o melhor samba da noite - no enredo sobre Oxalá - muito bem interpretado pelo ótimo Niu Souza. A segunda mais antiga escola de samba da cidade corre o risco de não estar no grupo principal em 2020.

Enquanto a Sabiá sofria para entrar na avenida, a quinta escola da noite, a Souza Soares já estava totalmente armada na concentração, seus componentes já fantasiados, as alegorias alinhadas e a bateria ensaiando o ritmo que faria da escola de Santa Rosa um das favoritas ao título. Com o maior contingente da noite, a verde e branco cantou a África, e proporcionou um desfile impecável com bom conjunto de fantasias e um abre alas suntuoso, a melhor alegoria da noite. Desfile perfeito.

A sexta escola da noite foi a Unidos da Região Oceânica que homenageou a "pimentinha" Elis Regina, num desfile emocionante que levou à lagrimas seu presidente. O destaque ficou por conta da ótima Comissão de Frente, com coreografia perfeita. 

Um verdadeiro show, como seu coreógrafo já havia adiantado à Cadência da Bateria, pouco antes do carnaval.  Apesar do bom desfile os sambistas de Várzea das Moças não devem sonhar com o título. 

Mais uma bela apresentação da comisssão de frente comandada pelo coreógrafo Paulo Pinna na Rua da Conceição (foto: Na Cadência da Bateria | Luiz Eugenio) 
A sétima escola a pisar o chão da passarela da Conceição foi a campeã de 2018. Tentando o bicampeonato a Alegria da Zona Norte não mostrou a mesma garra que a caracterizava nos carnavais anteriores. Fez um desfile aquém de sua reconhecida capacidade. O samba não rendeu o esperado e não conseguiu contagiar a escola que passou morna.

A oitava escola foi a tradicionalíssima Combinado do Amor. A águia do Caramujo - mais antiga agremiação da cidade e uma das mais antigas do Brasil -, não voou alto nesse carnaval. Apesar do ótimo enredo sobre o médico e cientista Vital Brasil e o Instituto que recebe o seu nome, a águia não decolou. Fantasias simples, alegorias de gosto duvidoso e com problemas da acabamento, não estavam à altura das tradições do Combinado. Destaque para a Velha-Guarda elegantemente vestida e para os intérpretes Wagner do Vale e Lena Alves, que volta ao Combinado após uma temporada na Alegria da Zona Norte. Infelizmente, a azul e branco corre riscos de não estar no grupo no carnaval 2020.
A nona escola da noite foi a Folia do Viradouro, quatro vezes campeã do carnaval niteroiense. Com uma Comissão de Frente muito bem coreografada e um enredo bem resolvido, a Folia fez um bom desfile. O samba cresceu na avenida e conduziu bem a escola que, mas desta vez a escola de Santa Rosa não está entre as favoritas. 

Comissão de frente da Folia do Viradouro também fez uma boa apresentação (foto: Na Cadência da Bateria | Léo Ribeiro) 

O tradicional Bafo do Tigre, do morro do Estado - última escola da noite -, se apresentou de maneira digna. Vice campeã do Acesso ano passado, cantou um enredo que homenageou a música e apesar do desfile apenas regular mostrou que deve permanecer no grupo de elite do carnaval niteroiense.

Apuração será realizada nesta quinta-feira à tarde na quadra do Unidos do Viradouro.

Equipe Cadência Carnaval 2019
Luiz Eugenio
Professor Mariano
Eduardo Poeta
André Gustavo
Léo Ribeiro
Postagens mais antigas → Página inicial

Aconteceu na Avenida

Aconteceu na Avenida
O editor do blog, Luiz Eugenio, entrevistando o intérprete Willian no Carnaval 2008

Personagens da Folia

Personagens da Folia
Rodrigo Fontes, coreógrafo da Comissão de Frente da Sabiá

Musa da Cadência 2013

Musa da Cadência 2013
Danúbia Gisela, a madrinha da bateria do GRES Tá Mole mas é Meu

Momentos do Carnaval 2013

Momentos do Carnaval 2013
Jéssica. Porta-bandeira do Experimenta da Ilha

Explosão da Folia

Explosão da Folia

Folia e Souza. Campeãs 2015

Folia e Souza. Campeãs 2015